Entre em contato conosco

Clipe

Banda Laika Não Morreu! faz jus ao nome em clipe conceitual e poético

Matheus Luzi

Publicado

on

Laika

(Imagem do clipe)

 

A Laika Não Morreu! está lançando o clipe da faixa que dá nome à banda. “Laika” não é só um nome diferente. A história por trás é marcante, intensa e inesquecível aos olhos daqueles que lutam pelo direito dos animais.

Foi em uma corrida espacial contra os Estados Unidos que os soviéticos queriam testar a viabilidade do ser vivo. Nessa missão, treinaram a cadela Laika e a enviaram à bordo do satélite Sputnik 2, no dia 3 de novembro de 1957.

A questão é que Laika, prometida a cumprir sua missão em sete dias, não resistiu ao primeiro dia e faleceu por conta da alta temperatura no local.

 

 

ENTENDA

“Toda a história do experimento comove e causa reflexão. O fato de ter sido uma cadela, uma fêmea a ir ao espaço pela primeira vez, torna tudo ainda mais emblemático e, de certa forma, inspirador. Vale lembrar que Laika foi a escolhida, entre tantos outros cachorros, por ser a mais dócil, mas também por ser a mais forte e resistente.”, explica Gi Lira, vocalista da banda.

Ela continua a falar: “É impossível não ver similaridades entre essa história e os dias de hoje, onde muitas mulheres ainda sofrem com vulnerabilidade, desigualdade, abusos, e até morte, que são causadas, majoritariamente por relacionamentos abusivos. Onde nos vemos numa relação totalmente desequilibrada, de objetificação, posse e interesse”.

(Há aproximadamente 62 anos, a União Soviética enviava ao espaço a cadelinha Laika – Foto: Mladen Antonov/AFP (Representação da cadela Laika dentro de uma réplica do satélite Sputnik II)

“Toda essa reflexão nos mostra muita coisa. Apesar de desbancar essa história de sexo frágil (que obviamente é uma falácia), nossa força e resistência de nada valem sem o respeito e a igualdade entre todos. Homens, mulheres, bichos, natureza, etc. Porque a real é que a gente está cansada de ter que ser forte e de ter que resistir há tanto tempo”, conclui.

É com essa história que a banda paulistana, liderada pela própria Gisele Lira (The Voice Brasil 2018), traz um videoclipe em animação, com ilustrações assinadas pelo britânico Nick Abadzis – escritor e artista de história em quadrinhos.

 

(Retrato de Laika – A cadela Laika, o primeiro ser vivo a orbitar a Terra a bordo da nave espacial Sputnik 2, em 3 de novembro de 1957, não sobreviveu o tempo que os soviéticos previram à época – Fonte: Portal Opera Mundi)

SAIBA MAIS

“A história e o legado de Laika tornaram-se uma espécie de conto ou mito popular, o que não é surpreendente, pois ela foi a primeira terrestre em órbita ao redor do planeta. Como tal, ela representa todos nós. Inspirados em meu premiado romance em HQ, LAIKA, usando a tecnologia da animação, a banda Laika Não Morreu! criou uma nova visão desse mito – uma música totalmente nova e um vídeo maravilhoso”, comenta Nick.

Laika

(Capa do clipe)

“Laika Não Morreu! é minha nova banda favorita, por razões óbvias – e espero que e seja de vocês também! Laika não é um mito – ela é uma lenda a ser valorizada e essa música faz justiça a ela. Ouça e seja transportado”, completa.

Diferente da vida real, o clipe dá à Laika um final feliz ao lado da vocalista, sentadas juntas olhando para o Espaço, em um momento íntimo de reflexão e amor ao próximo, canção que faz parte do álbum “Estado Plasma”, lançado recentemente.

 

 

(Texto de Vic – Edição de Matheus Luzi)

 

 

 

 

Idealizador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Viciadíssimo em música brasileira. Apaixonado pelo Brasil e pelos seus grandes artistas.

Continuar Lendo
Clique aqui para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2017 Zox News Theme. Theme by MVP Themes, powered by WordPress.